18/01/2021 às 09h55min - Atualizada em 18/01/2021 às 09h55min

Ministério da Saúde inicia distribuição da vacina aos estados e campanha pode começar hoje

Governo de Mato Grosso do Sul deve trazer 97 mil doses da Coronavac nesta manhã

MidiaMax
Foto: Reprodução. G1
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e secretários estaduais de saúde de todo o Brasil, entre eles Gealdo Resende, participam do ato de entrega das doses da Coronavac para o estados. A distribuição ocorre um dia após a deliberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que aprovou o uso emergencial da Coronavac e da vacina Astrazeneca, que será produzida na Fiocruz.

Aeronave do Governo de Mato Grosso do Sul decolou na tarde de domingo (17) com destino ao Aeroporto Internacional de  Guarulhos, onde é realizado o ato de entrega em um dos galpões. A expectativa é que ao menos 97 mil doses doses cheguem ainda pela manhã em Campo Grande, no Aeroporto Internacional, trazidas por aeronave na FAB (Força Aérea Brasileira).

A distribuição das doses para o interior do Estado deve começar ainda nesta segunda e seguir o que já foi definido no plano estadual, com previsão máxima de 48 horas. Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Civil farão escolta das equipes que levarão as doses para as cidades do Estado. 

Em reunião que se iniciou às 6 horas (horário de MS), secretários estaduais trabalharam para pressionar o Ministério da Saúde a liberar o início da vacinação nesta terça-feira (19), um dia antes do que já foi anunciado como data oficial da imunização. O Governo de São Paulo já iniciou a imunização minutos após a aprovação da Anvisa, ainda na tarde deste domingo.

Na entrevista coletiva, por volta das 7 horas, no horário local, o ministro Pazuello afirmou que a campanha pode iniciar ainda nesta segunda-feira, a depender da organização de cada estado. Ainda não há confirmação se a vacinação em Mato Grosso do Sul começa nesta segunda.

De acordo com o Governo do Estado, assim que as doses chegarem em solo campo-grandense, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal farão a escolta do caminhão até o pátio da Coordenação Estadual de Vigilância Epidemiológica (Ceve).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco
FALE COM A EQUIPE NAVIRAÍ NA NET
Envie sua sugestão, reclamação e denúncia.