11/01/2021 às 09h04min - Atualizada em 11/01/2021 às 09h04min

Exercício físico pode evitar desenvolvimento de sintomas graves da Covid-19

Estudo aponta que pessoas fisicamente ativas costumam ser mais resistentes ao vírus

Correio do estado
Estudo aponta que pessoas fisicamente ativas costumam ser mais resistentes ao vírus - Divulgação
É fato que a prática regular de atividade física é ideal para manter sua saúde em dia, porém uma pesquisa aponta que pessoas fisicamente ativas costumam ser mais resistentes ao novo coronavírus. Um estudo realizado na Universidade de Virginia, nos Estados Unidos indica que a prática de exercício físico pode impedir o desenvolvimento da SARA (Síndrome da Angústia Respiratória Aguda), caracterizada pela falta de ar, respiração rápida, tosse, fraqueza muscular, sendo uma das piores complicações do vírus da Covid-19.

A médica infectologista Mariana Croda, explicou ao Correio do Estado que pessoas que fazem exercícios físicos têm uma elevação da enzima superóxido, que é produzida pelos músculos. Essa enzima está ligada com a proteção do sistema cardiorrespiratório em humanos. Segundo a especialista, pessoas fisicamente ativas têm menor chance de morrer caso teste positivo para a Covid-19.

Esse grande estudo mostrou o benefício importante que traz às pessoas praticarem atividade física, caso seja acometida com o vírus, reduzindo as chances de internações ou chegar a óbito”, ressalta a infectologista. De acordo com os pesquisadores, a realização de exercícios em intensidade moderada é suficiente para obter os benefícios.

O exercício físico regular é uma atividade importante para a saúde e recomendada pela Organização Mundial da Saúde. O profissional de educação física, Miguel Contis destacou que prática diária está ligada a uma série de benefícios ao organismo humano. 

“É importante frisar que a atividade física é fundamental para que o indivíduo seja considerado saudável. Trabalhando o condicionamento físico, é possível reduzir os riscos de doenças cardio respiratórios, vasculares, diabetes, controle de obesidade. O indivíduo vai estar prevenindo doenças, mas também contribuindo para uma boa saúde mental, melhora no humor, e inúmeros outros benefícios que só a prática esportiva pode proporcionar”, explicou o treinador físico. 

Para que tudo possa voltar a normalidade o mais breve possível, o isolamento social é o fundamental para conter a propagação do vírus. Naturalmente, essa mudança causa uma alteração significativa no dia a dia da população. 

O preparador físico explica que se manter fisicamente ativo é fundamental para a saúde física e mental, reduzindo os efeitos do estresse do dia a dia e do isolamento social. Além de fazer o cérebro liberar endorfina, o “hormônio da felicidade”, e outros neurotransmissores associados ao bem-estar. 

“No atual cenário, onde tudo é muito incerto, em que temos pouco conhecimento sobre esse vírus, é necessário cuidar da saúde, praticar atividade física e ser pessoas mais saudáveis. O isolamento social é importante, mas se a população se privar de cuidar da saúde física e mental, tudo pode piorar”, afirmou Miguel Contis.  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco
FALE COM A EQUIPE NAVIRAÍ NA NET
Envie sua sugestão, reclamação e denúncia.