29/12/2020 às 09h19min - Atualizada em 29/12/2020 às 09h19min

Mulher de vereador é internada após ser espancada por 2 dias

Vítima foi ameaçada de morte e teve celular confiscado pelo suspeito

Campo Grande News
Martín Escobar Deleón, conhecido como Martín Pocho, é do Partido Liberal Radical Autêntico. (Foto: Reprodução / Facebook)
Vereador de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, Martín Escobar Deleón, conhecido como Martín Pocho, é investigado pela Polícia Paraguaia por agredir a esposa no último domingo (27). Segundo denúncia, a vítima precisou ser hospitalizada após ser atacada pelo suspeito.

De acordo com informações do site Última Hora, perto das 21h, a vítima e suspeito tiveram uma discussão dentro do veículo do casal, uma Toyotya Hilux, que estava parada em frente a casa onde eles moram. Alcoolizado, Martín passou a dar socos na mulher e a ameaçá-la de morte caso contasse a alguém sobre a agressão.

Já dentro de casa, o político do Partido Liberal Radical Autêntico voltou a atacar a esposa com socos e chutes e a trancou em um dos quartos. Na madrugada de segunda-feira (28), o casal teve uma nova discussão e a mulher foi novamente agredida.

Ferida, a vítima foi levada pelo próprio agressor até um hospital em Ponta Porã, onde foi internada e medicada. Com celular confiscado pelo marido, a mulher precisou pedir o celular emprestado para enfermeiras da unidade para conseguir falar com a  família.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco
FALE COM A EQUIPE NAVIRAÍ NA NET
Envie sua sugestão, reclamação e denúncia.