18/02/2020 às 09h35min - Atualizada em 18/02/2020 às 09h35min

Na 6ª fase, operação contra pornografia infantil prende bombeiro aposentado

Em Campo Grande, dois homens foram presos em flagrante; também há mandados sendo cumpridos em Bonito, Dourados e Três Lagoas

Campo Grande News
De camiseta verde, a delegada Marilia de Brito Martins acompanhada de policias da Depca durante análise de conteúdo apreendido (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
A Operação Luz da Infância, já na 6ª fase de combate a pornografia infantil e exploração sexual infantil, cumpre 112 mandados de busca e apreensão em todo o País. Em Mato Grosso do Sul são cinco ordens para vasculhar endereços onde a polícia suspeita haver material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Em Campo Grande, dois homens foram presos em flagrante, um deles é militar aposentado do Corpo de Bombeiros. A reportagem apurou que o bombeiro é primeiro-sargento, tem 51 anos e mora no Bairro Caiçara. Também há mandados sendo cumpridos em Bonito, Dourados e Três Lagoas.

“Já temos três flagrantes confirmados. Encontramos material e compartilhamentos, mas buscas ainda continuam”, afirmou a delegada titular da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Marilia de Brito Martins, que comanda a operação no Estado.

A força-tarefa do Ministério da Justiça convocou as polícias civis de 12 estados, além de autoridades do Paraguai, Colômbia, Panamá e Estados Unidos. A primeira fase a Luz da Infância foi em outubro de 2017.

No Brasil, a pena para quem armazena este tipo de conteúdo varia de 1 a 4 anos de prisão, de 3 a 6 anos para quem compartilha e de 4 a 8 anos para quem produz conteúdo explorando crianças e adolescentes.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco
FALE COM A EQUIPE NAVIRAÍ NA NET
Envie sua sugestão, reclamação e denúncia.