MENU

28/11/2019 às 10h22min - Atualizada em 28/11/2019 às 10h22min

Sete “soldados” do PCC no Paraguai são entregues à polícia brasileira

Suspeitos tinham sido presos em Capitán Bado com armas e drogas e foram expulsos ontem por ordem judicial

Campo Grande News
Momento em que brasileiros eram entregues a policiais na linha entre Pedro Juan e Ponta Porã (Foto: Ultima Hora)
Sete brasileiros, suspeitos de serem “soldados” da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), foram expulsos do Paraguai e entregues a policiais de Mato Grosso do Sul. A expulsão, autorizada pela Justiça do país vizinho, é o recurso adotado nos últimos meses pelo governo para tentar reduzir a força da quadrilha no território paraguaio.

Os sete brasileiros, cujas identidades não foram informadas, foram entregues pela Polícia Nacional e agentes do departamento de migrações na linha entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande, após autorização do Juizado Penal de Garantias de Capitán Bado, outra cidade da fronteira, onde os suspeitos tinham sido presos.

Ao jornal Ultima Hora, o juiz paraguaio Manuel Marcos Fernando Arce informou que os brasileiros foram presos em operação da polícia paraguaia perto de Coronel Sapucaia (MS), a 400 km de Campo Grande.

Eles estavam com porções de maconha e armas com numeração raspada. Apesar dos crimes cometidos em território paraguaio, a Justiça do Paraguai prefere “se livrar do problema” e entregar os brasileiros à polícia do país de origem.

“O Ministério Público abriu mão de processá-los em território paraguaio, levando em conta que possuem processos penais mais graves em seu país de origem”, afirmou o magistrado paraguaio.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco
FALE COM A EQUIPE NAVIRAÍ NA NET
Envie sua sugestão, reclamação e denúncia.