06/12/2018 às 09h50min - Atualizada em 06/12/2018 às 09h50min

Leilão do pré-sal pode destinar R$ 1,2 bilhão a MS

Para isso, Senado deve votar cessão onerosa garantindo 80% aos estados

Correio do Estado

Pré-sal é área petrolífera abaixo de camada de sal - Foto: Agência Brasil
 

Se confirmada a votação no Senado Federal de cessão onerosa do pré-sal com emendas que destinem 80% dos R$ 100 bilhões que devem ser obtidos com leilão para estados e municípios, Mato Grosso do sul poderá receber R$ 1,212 bilhão. O valor é duas vezes maior do que os R$ 398 milhões estimados com as regras que estavam em discussão entre Congresso e equipes econômicas do atual e do futuro governo federal.

Ontem, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que se a matéria fosse votada teria emendas que destinariam quase 80% dos recursos do leilão a estados e municípios. Índice bem maior do que os 20% que vinham sendo discutidos.

Esse posicionamento foi dado duas semanas após conversas com o governo federal, que alega que a divisão dos recursos estouraria o teto de gastos. De acordo com o Ministério da Fazenda, ao repassar parte dos R$ 100 bilhões esperados com o leilão de áreas da cessão onerosa, o governo amplia despesas, furando o teto que limita o crescimento dos gastos pela inflação.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
anigif2d75e2.gifImage and video hosting by TinyPic anigif.gif